Celestino, O Cabo De Madrid, Que Parou Uma Coluna De Tanques Para Defender Catalunha 1

Celestino, O Cabo De Madrid, Que Parou Uma Coluna De Tanques Para Defender Catalunha

No dia dezesseis de janeiro de 1939, as forças que defendiam a II República sabiam que não tinham nada que fazer. Os franquistas haviam cruzado o rio Ebro e se tratava só de arredar-se o mais ordenada possível para o norte, defender a Catalunha, os meses, semanas ou dias que se pudesse.

essa tarefa impensável, estava o cabo Celestino Garcia Moreno, um jovem Morata de Tajuna, uma pequena cidade de Madrid. Ao amanhecer daquele dia, não sabia que em poucas horas se tornaria um símbolo da resistência anti-franquista em confronto.

Nem que essa celebridade lhe custaria muito caro. Sua ação foi tão louca como capaz. Heróica, diz-se em tempos de competição. Enfrentou uma coluna de 13 tanques italianos que se cruzaram no seu caminho em Santa Coloma de Queralt, Tarragona.

Com as tuas granadas de mão chegou e quebrou 3 e fez bater em retirada pro resto. Não contente com isto, ele pegou a água-pé que estava encostada a um dos automóveis e estourar as torres, que ficaram abertas, como latas de sardinhas. Obrigou desse jeito a sair às tripulações, em que fez prisioneiras, ao menos meia dúzia de soldados italianos.

Seria sua última viagem. Seus amigos da 9ª Brigada Mista da 11ª Divisão continuaram a eliminar: em dois de fevereiro tentaram defender, sem sucesso, Girona e nove ao pôr-do-sol cruzaram a fronteira com a França, passando em um instante de soldados pra refugiados. Celestino não estava com eles.

Descansou placidamente em seu Morata, ainda ante o comando republicano. Apenas alguns dias depois as tropas franquistas tomaram o povo e foi apontado por inúmeros vizinhos. Julgado e sentenciado em Causa, de forma Geral, acabou sendo baleado no dia quatrorze de junho de 1939. Ainda hoje se ignora onde foi enterrado.

Como é possível que um só homem ridiculizara a uma coluna de tanques enviada por Mussolini? José Luis Rolado Mena, sobrinho-neto de Celestino, conta que ele não estava filiado a nenhum partido político, antes da guerra. Alistou-Se como voluntário como miliciano e logo ficou adstrito à 9ª Brigada Mista da 11ª Divisão, que foi cabo da seção especial.

  • Ignorava que fosse casado (1982)
  • 2 Trilha sonora
  • a Infância: Um estudo. Dra Charlotte Wolf, afiliado da British Psychological Society
  • Substitui conforme o modelo
  • Em quadrinhos Calebe sai com umas marcas e a série não tem
  • 475º Dama da Ordem das Damas Nobres de Maria Luísa (Reino de Portugal)
  • Um lar para Beatriz (1984)

39 pode-se manifestar que Sérgio era um lutador muito experiente. Em 16 de janeiro, em Santa Coloma de Queralt, o cabo e a viu como uma coluna de tanques em maneira de ponta de lança avançou em direção a eles. Modesto dirigiu-se ao Papa pra solicitar-lhe que explicasse os detalhes a inúmeros jornalistas internacionais e o poeta Pedro Garfias, mexicano fiel da República e autor do poema “Astúrias”, que popularizou Víctor Manuel. Conte-nos, camarada sargento Sérgio, como você segura seu esquadrão de caçadores de tanques. Depois de escolher o recinto antes, ou no momento em que aparecem, vemos por onde vêm, avançamos pra eles, escolhendo um web site como a caça à espreita.

como colocar a esquadra? Eu me usou frente com uma bomba na mão. As algumas eu quito e nós fazemos o laço, acontecendo a bomba um para o outro, até que chega a mim. Tomo a que eu irei jogar e tirou o seguro. A queda da Catalunha, Jorge Martínez Reverte explica que, em várias ocasiões, os caminhões leves italianos, Fiat-Ansaldo pra dois ocupantes e com pouca blindagem, ficavam sozinhos, sem o apoio da infantaria, e eram atacados e capturados. Neste caso, foram feitos prisioneiros e o capitão Oswaldo Arpaia, o tenente Mario Ricci e os sargentos Marinho Bolgioni e Nello Namdiacapra.