Cai Uma Organização Que Captava A Mulheres Paraguaias Para Explorar Sexualmente Na Espanha 1

Cai Uma Organização Que Captava A Mulheres Paraguaias Para Explorar Sexualmente Na Espanha

A investigação iniciou-se em novembro de 2015, uma vez que se teve conhecimento da denúncia das duas vítimas que escaparam de seus operadores. Desde o primeiro instante, entrou em contato com as autoridades paraguaias e se concentraram os esforços em reconhecer, localizar e comprar o maior número de evidências e provas contra os participantes da organização criminosa em ambos os países.

As vítimas eram captadas no teu nação de origem, mediante o uso de redes sociais por participantes da organização assentados em Portugal. Ofereciam falsas promessas de alcançar um emprego no nosso estado, como empregadas domésticas ou tomar conta a pessoas de idade.

Eram aleccionadas para fazer a viagem, dando precisas instruccionesLas mulheres partiam da cidade de Itaipu até a capital, Assunção, no ônibus. Uma vez lá voaram até São Paulo (Brasil), pra aceder ao território Schengen, por meio do aeroporto francês de Paris. A última época da viagem era o aeroporto espanhol de Adolfo Suárez Madrid-Barajas.

Uma vez em Portugal, eram recolhidas no mesmo aeroporto, de onde eram transportadas de modo imediata ao local de alterne onde eram exploradas, pela província de Cuenca. Quando as vítimas chegavam ao ambiente de hostess eram informadas do destino conclusão de sua viagem e obrigadas a exercer a prostituição ante fortes ameaças.

  1. Quatro Escarpins (ou chapines ou botinas)
  2. Calças de brim, de preferência azul marinho
  3. O romance
  4. Adegas Mestre Serra, premiado com a “Medalha de Ouro Europeia ao Mérito no Trabalho'[181]
  5. Poseidon -kors k mix- (DDR X2:NAOKI underground)
  6. 4 Vida privada
  7. Calheta, Sally R. (2001). “The Well of Shame”. Doan & Prosser, 199-215

Também eram intimidadas do valor real da dívida contraída com o grupo, por volta de 3.000 euros que deviam pagar, mediante o exercício da prostituição. Também lhes informavam como deviam comportar-se com os clientes no clube, horários, formas de vestir, entre outros. Para exercer sobre o assunto elas o máximo de controle eram obrigadas a permanecer no clube, prohibiéndoles mesmo sair sem o expresso consentimento dos operadores.

A última semana de janeiro realizaram-se as primeiras prisões de modo simultânea Paraguai —onde se deteve três pessoas— e em Portugal. Os máximos responsáveis do grupo em Portugal foram detidos na Bacia, numa operação que envolveu dois investigadores da Polícia Nacional do Paraguai.

neste operacional, se praticaram 3 entradas e registros em um clube de hostess e em dois domicílios. No Paraguai, registrou-se um lugar comercial que o máximo responsável da rede no nação, usada como centro de operações. A segunda fase da investigação culminou nessa semana nas cidades de Itaipu) e Ciudad del Este (Paraguai), com uma operação em que participaram 2 investigadores espanhóis destacados exclusivamente pra tal término.